FOTO EM FOCO: Encerramento Vermelhos 2017


No Domingo, dia 13 de agosto, aconteceu o encerramento do Vermelhos 2017, Música e Artes Cênicas com a apresentação da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo sob a regência do maestro Roberto Minczuk. É fato raro uma orquestra apresentar-se na Ilha, ainda mais uma sinfônica. O local, o Teatro Vermelhos, é um espaço construído com muita originalidade aproveitando a topografia de um sítio na costeira do sul. Não é uma sala de concerto tradicional, com acústica adequada, mas acolheu bem o público e a orquestra. E marcando diferença em relação à abertura do Festival, o dia foi ensolarado e as pessoas ocuparam todos os assentos disponíveis. Outra boa diferença, é que não houve cobrança de ingressos como aconteceu nos dias anteriores.

O sítio particular tornou-se um grande centro cultural privado, gerido com competência por uma curadoria formada por profissionais com vivência na área. Apesar do acesso difícil, seus espetáculos sempre chamam gente da Ilha e de fora. Seria perfeito se outros milionários - e milionários com casa de veraneio na Ilha existem em abundância - se inspirassem e investissem na cultura insular.

Infelizmente, a próxima atração não será aberta ao público. O Miss Brasil 2017 acontecerá no mesmo teatro, neste sábado, dia 19. Contou com um patrocínio de dois milhões de reais da prefeitura de Ilhabela na confiança de que essa festa exclusiva, elitizada, possa projetar o nome da cidade na mídia e assim atrair turistas na baixa temporada. Interditada aos populares, mortais comuns, será contudo franqueada para convidados, seiscentos bem aventurados endinheirados, pois se tivessem de cobrir esses dois milhões, teriam de arcar com um ingresso de R$ 3.333,33 (isso mesmo: três mil, trezentos e trinta e três reais e trinta e três centavos), o valor do maior prêmio conferido ao participante eleito como o melhor artista plástico do tradicional Salão Waldemar Belisário.

Paraty sabe muito bem se fazer conhecida e admirada há bastante tempo. A Flip, Festa Literária Internacional de Paraty projetou e continua a projetar a cidade não apenas no Brasil, mas no mundo. Seria então ainda mais perfeito se nossos gestores públicos levassem em conta esse exemplo tão próximo e considerassem o investimento na cultura como um poderoso promotor de Ilhabela. E há muito, muito evento cultural de qualidade passível de ser bancado com pouco dinheiro, mas se valendo de muita criatividade, de imprescindível competência e de corajosa vontade política.

Paraíbuna um dia amanheceu grafitada. E linda. Consequência de um encontro de grafiteiros que, colocando mãos à obra, deu vida e brilho a muros carcomidos e tornou o caminhar pelas ruas do centro uma saborosa contemplação de murais esplêndidos. Esse encontro seguramente custou uma fração irrisória do que agora Ilhabela gasta em ação que a enfeia e que perturba o sossego de quem a habita.

Pois dinheiro em abundância forra os cofres da prefeitura que no afã de gastá-lo com rapidez, vem agora também se esmerando em livrar a Ilha de um dos famosos três bês que afugentam turistas daqui. Buracos, balsa, borrachudos. Da maneira como a cidade inteira vem sendo asfaltada, é de se esperar que o primeiro dos bês logo fique na saudade. Quanto à balsa, já faz grande barulho há bom tempo um pessoal aguerrido fazendo campanha para a imediata construção de uma ponte ligando a Ilha ao continente. Sobraram só os borrachudos e neste quesito é bem capaz de que com tamanha dinheirama ainda construam e detonem sobre o arquipélago uma bomba tipo bomba N, mas que só extermine esses detestados insetos e quem sabe ainda a oposição e seus artistas preservando a turistada; mas essa seria uma outra história a ser melhor contada pelo Carlos Knapp ou pelo Zé Paulo.


Por Márcio Pannunzio

















*Os direitos autorais das fotos da coluna Foto em Foco pertencem a Márcio Pannunzio. Desrespeitar o direito do autor é crime. Havendo interesse em usar qualquer fotografia da coluna para fins jornalísticos, institucionais, didáticos ou publicitários, entre em contato para negociar o devido licenciamento de uso de imagem: marciopann@gmail.com


  Conheça mais trabalhos de Márcio Pannunzio pelos sites: www.marciopan.art.br, www.marciopan.com, www.ilhabelaemfoco.com e www.retratararte.com. E aqui no Foto em Foco, toda semana uma diferente série fotográfica.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário