Espetáculo “Mitos e Lendas de São Sebastião” homenageia o mês do folclore

A apresentação tem ingressos a R$ 5 e acontece nesta segunda-feira (7), no Teatro Municipal
A peça acontece nesta segunda-feira (7), às 20h (Foto: Divulgação)

O Núcleo "Caiçaras: o povo do mar", da Cia. O Castelo das Artes, apresenta a peça “Mitos e Lendas de São Sebastião”, na segunda-feira (7), às 20h, no Teatro Municipal de São Sebastião, em comemoração ao mês do folclore. As histórias contadas e cantadas têm classificação livre.

O ingresso tem o preço único de R$ 5 com o objetivo de incentivar a formação de público e facilitar o acesso à arte e cultura. A reserva pode ser feita por telefone ou na bilheteria do Teatro no dia da apresentação, a partir das 14h. 

O espetáculo traz no elenco Henrique Cardim, Jessyca Biazini, André Nunes, Mário Farias e Vick Araujo, bem como Fredy Campos e Douglas de Souza na iluminação e sonoplastia, respectivamente

De acordo com Henrique, o objetivo da apresentação é valorizar a cultura caiçara. “Reunimos as mais conhecidas lendas e mitos de São Sebastião, entre elas, A Lenda do Amor, A Lenda do Boi que Falou, O Dia que o Santo Pecou, como também contos de lobisomem, de escravos, de pescador, entre outros”, afirmou.

O ator completa que para mostrar a simplicidade dos modos de viver, falas e costumes são usados sotaques e expressões antigas da região e que se perderam com o tempo. “De forma lúdica e divertida resgatamos histórias contadas por caiçaras, passadas de pais para filhos, registradas em livros, e que não podemos deixar cair no esquecimento”, disse.

A apresentação conta com apoio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur) e da Fundação Educacional e Cultural Deodato Santana (Fundass). O Teatro Municipal fica na Avenida Doutor Altino Arantes (Rua da Praia), 2, Centro Histórico de São Sebastião. Mais informações pelo (12) 98232.6922, ou castelodasartes@hotmail.com.br, www.ocastelodasartes.com e www.facebook.com/oCasteloDasArtes.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário