Demora na travessia irrita prefeito de Ilhabela e Dersa promete nova balsa

Marcio Tenório entregou novo ofício sobre a situação da balsa ao governador Geraldo Alckmin nesta segunda-feira (28)
Márcio Tenório entregou ofício ao governador nesta segunda (28) (Foto: NI)

Um novo problema no sistema de travessias de balsas entre São Sebastião e Ilhabela deixou o prefeito do arquipélago, Márcio Tenório, bastante irritado. No último fim de semana, o tempo médio de espera na fila foi de quatro horas, muito para quem quis entrar ou sair da ilha. Em resposta, o Dersa prometeu uma nova embarcação para temporada de verão.

A reclamação e a resposta do Estado aconteceram na presença do governador Geraldo Alckmin na região, nesta segunda-feira (28), Na ocasião, o prefeito da Ilha entregou um ofício onde expõe os problemas causados aos moradores, estudantes e trabalhadores da cidade, que utilizam diariamente a balsa, e pediu apoio para viabilizar melhorias ao serviço de travessia.

A deficiência também foi apresentada no 4º Encontro da Associação das Prefeituras das Cidades Estâncias do Estado de São Paulo (Aprecesp), realizado sábado (26), em Bragança Paulista, onde o prefeito demonstrou todo o seu descontentamento com a qualidade do serviço prestado pelo Dersa. 

Segundo ele, outros prefeitos que também passam pelo mesmo problema, apoiaram sua indignação. Ele reivindicou, novamente, a interferência da Aprecesp junto ao governo estadual para solucionar a situação. “Queremos balsas novas”, afirmou Tenório, referindo-se aos antigos equipamentos – alguns já com 30 anos.

Márcio Tenório também pediu apoio dos deputados estadual e federal presentes à reunião, Edmir Chedid e Herculano Passos, respectivamente, e do presidente da Aprecesp, Fernando Fiori de Godoy, prefeito de Holambra, junto ao governo estadual.

Quebrada

A indignação de Marcio Tenório se deu por conta de nova demora na travessia de São Sebastião para Ilhabela, na última sexta. “Foram quatro horas, em média, de demora e nada foi feito para resolver o problema”, lamentou o prefeito e acrescentou que no domingo (27), no retorno do arquipélago, a situação se repetiu”. 

Tenório lembrou que a questão já foi denunciada este ano por autoridades e usuários do serviço, mas os problemas continuam se repetindo e a estrutura é praticamente a mesma, com balsas antigas e precárias fazendo o transporte de passageiros junto aos veículos. 

“O sistema de travessia representa uma permanente preocupação e queremos uma posição firme do governador para solucioná-la. Não dá mais para esperar, precisamos de uma solução para o problema”, afirmou antes da entrega do ofício ao governador Alckmin que esteve na região para acompanhar a primeira detonação de rochas do túnel 1 da Nova Serra da Rodovia dos Tamoios, no km 65,4 da rodovia (sentido São José dos Campos).

Nova balsa

Acompanhando o governador, o presidente do Dersa e secretário estadual de Transportes e Logística, Laurence Casagrande confirmou que houve uma pane mecânica na FB 25 na sexta-feira e ela precisou ser tirada de circulação até o devido conserto. 

Para garantir maior agilidade no serviço de travessia, ele anunciou que a FB 30, com capacidade para 70 veículos, deve voltar à ativa até a próxima sexta-feira, após liberação da Delegacia da Capitania dos Portos. 

“Ela passou por uma reforma, da ordem de R$ 2,8 milhões, e retorna esta semana para ajudar no sistema de travessia”, disse o presidente. Ele garantiu, ainda, que a sétima embarcação chega para a temporada de verão. 

Casagrande reconhece as deficiências do sistema e disse que estuda com o prefeito Márcio Tenório o Termo de Cooperação para uso do Aquabus no transporte de passageiros sem carro. “A questão é que esse serviço seria tarifado e hoje sabemos que o usuário não pagaria por esse serviço. De qualquer forma, aguardamos uma devolutiva”. 

Quanto às paralisações por conta do mau tempo, o presidente da Dersa destacou que é impossível trafegar com as embarcações com ventos acima de 25 nós porque, para isso, seria necessário amarrar todos os veículos, “o que elevaria a questão do embarque e desembarque”. 


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário