Caraguatatuba tem novo programa de Coleta Seletiva

Atualmente, 30 toneladas de material recicláveis são recolhidas junto com o lixo doméstico
O evento de apresentação do programa foi na terça-feira (Foto: PMC/ Divulgação)

O prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, lançou oficialmente nesta quarta-feira (23), o novo programa de Coleta Seletiva da cidade. Atualmente, o município produz mais de 100 toneladas de lixo por mês, das quais 30 são de materiais recicláveis, porém, apenas nove toneladas são reutilizadas. A Electra Pavimentação e Construção Civil Ltda será a empresa responsável pela coleta.

Todo lixo coletado é levado diariamente para a cidade de Jambeiro já que não há na região nenhum aterro licenciado para a destinação dos resíduos, o que encarece significativamente o serviço.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Marcel Giorgeti aproveitou a ocasião para falar da importância do programa tanto para os cooperados quanto para o município.

Segundo ele, os gastos com os serviços  diminuirá drasticamente, uma vez que esse material segregado não será mais disponibilizado para o transbordo.

“O sucesso da Coleta Seletiva depende da colaboração e do envolvimento de toda a população”, explica ele.

O prefeito Aguilar Junior acredita que a Coleta Seletiva será benéfica para economia da cidade. “Significará menos gastos com o transbordo e menos impacto ambiental no transporte desses resíduos para o aterro”.

Para ele, o programa é um sonho realizado. “Tanto as cooperativas quanto a cidade só têm a ganhar, pois esperamos gerar mais renda e mais empregos”.

O serviço será levado a todos os bairros e a coleta será feita porta a porta, em residências, condomínios, comércios, órgãos públicos, entre outros pontos.

Além da Coleta Seletiva, também estão programadas capacitação técnica para os cooperados e atividades de educação ambiental que contemplará toda a comunidade, bem como adequação na legislação municipal.

Cooperativas

Cooperada da Maranata há sete anos, Cícera Laureano da Silva fala com orgulho de seu trabalho e acredita que tudo o que é feito para ampliar as atividades da cooperativa é positivo. “É um trabalho simples, mas é digno e honesto. Apoiamos o programa de Coleta Seletiva e acreditamos que isso vai melhorar muito nossa atividade”.

Clarice Parra também vê de forma positiva o programa. Há três anos na Cooperativa Pegorecicla, ela considera importante o envolvimento dos munícipes no processo. “A população tem que acreditar e participar na separação do lixo. Aí sim teremos resultados positivos”.

Dados

Ao todo, mais de 30 pessoas estão envolvidas neste novo sistema de gestão, que deve colocar Caraguatatuba entre as cidades que desenvolvem políticas públicas em resíduos sólidos para a preservação do Meio Ambiente.

Saiba mais sobre a programação














 

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário