Regata de Alcatrazes abre 44ª Semana de Vela com 900 velejadores

O barco Pajero teve o melhor desempenho da história, completando a prova em seis horas, seis minutos e 37 segundos
A regata abriu a Semana de Vela neste domingo (9) (Foto: Divulgação)

Com bons ventos e muito sol, este domingo (9) foi marcado pelas primeiras regatas da 44ª Semana de Vela de Ilhabela. O tradicional desfile de barcos em frente ao píer da Vila reuniu cerca de 900 velejadores em 123 embarcações, que colocaram suas velas ao vento para a largada das regatas de longo percurso rumo ao arquipélago de Alcatrazes.

A rota, de aproximadamente 100 quilômetros, foi realizada pelos atletas em pouco mais de seis horas de disputas, por meio da realização das seguintes provas: Alcatrazes por Boreste (55 milhas náuticas) para os veleiros grandes; Toque-Toque (25 milhas náuticas) para os médios; e Renato Frankenthal (10 milhas náuticas) exclusivamente para os HPE 25.

A novidade ficou por conta do veleiro Zorro, que trouxe a bordo o prefeito de Ilhabela, Márcio Tenório, e o secretário de Esportes, Lazer e Recreação, José Roberto de Jesus, o Beto de Mazinho.

O grande vencedor da Regata de Alcatrazes foi o barco Pajero, que teve o melhor desempenho da história, completando a prova em seis horas, seis minutos e 37 segundos. O veleiro estava sob o comando de Eduardo Souza Ramos.

Entre os participantes das regatas há barcos de diversos estados brasileiros como Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além de barcos internacionais vindos de diferentes países, entre eles Argentina e Chile.

Telão

Para os amantes do esporte que ficaram em terra firme, a Prefeitura de Ilhabela instalou dois grandes telões no Race Village para que as pessoas pudessem acompanhar as posições dos barcos e algumas das principais imagens das provas.

Palestra família Klink

O domingo também foi marcado por uma palestra especialíssima com integrantes da Família Klink. Com o tema “É hora de se reinventar! Lições do mar e transformações da família Klink depois de suas férias na Antártica”, Marina Klink, na companhia de suas filhas, as irmãs gêmeas Tamara e Laura, revela a fórmula que inventou para multiplicar o que viveram em suas aventuras em alto mar.

Presente na Semana de Vela de Ilhabela desde a sua primeira edição, Marina Klink destacou toda a relevância do evento. “A vela é um esporte solidário. O mar nos ensina a necessidade de um ajudar o outro, nos faz aprender e buscar a união. Essa Semana de Vela de Ilhabela, então, representa toda essa consagração de quem ama o mar e curte momentos de amizade e de muita confraternização”, celebrou.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário