Defesa Civil inicia plano de emergência após 10 horas de paralisação na balsa

O serviço foi interrompido devido aos fortes ventos na região desde às 4h desta terça-feira (18)
Fila da balsa aumenta em São Sebastião (Foto: PMSS/ Divulgação)

O serviço de travessia de balsas entre São Sebastião e Ilhabela está paralisado desde às 4h15 da madrugada desta terça-feira (18), devido aos fortes ventos na região. E para dar apoio a população que aguarda o retorno da navegação, equipes da Coordenadoria de Defesa Civil juntamente com a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) iniciaram um Plano de Emergência, em São Sebastião. Em Ilhabela a Defesa Civil também se mobilizou e distribuiu bebidas quentes, pães e bolachas às pessoas que aguardam.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Ricardo dos Santos, as equipes estão de sobreaviso e fazendo o monitoramento para entrar em ação se necessário. "Por enquanto estamos no monitoramento e caso haja a necessidade iniciamos o plano com o encaminhamento de pessoas para o Teatro Municipal, o fornecimento de alimentação e de transporte”, comentou.

Foram registrados ventos de 34 nós, o equivalente a 63 km/h, e navegação de balsas só pode acontecer com ventos de no máximo 38 km/h por questões de segurança, segundo a Dersa. Até às 14h30 ainda não havia previsão de retorno do serviço.
Segunda-feira (17) foi marcada por filas na Ilha (Foto: Nova Imprensa)

A frente fria que chega ao Brasil provoca transtornos na região desde segunda-feira (17), quando foram registrados ventos de 52 km/h, causando paradas pontuais na balsa. As filas para travessia em Ilhabela chegaram ao bairro do Perequê, com tempo de espera de até três horas durante todo o dia.


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário