Alunos com deficiência terão cursos de qualificação profissional

Prefeitura de São Sebastião oferece aulas nas áreas de atendimento, organização de buffets, preparo de alimentos e administração
O programa foi lançado na última quinta-feira (Foto; Divulgação)

A Prefeitura de São Sebastião lançou nesta quinta-feira (13) o projeto “Asas”, que tem como finalidade promover a capacitação profissional de alunos com deficiência da rede municipal de ensino. Através do projeto os alunos participarão de cursos nas áreas de atendimento, organização de buffets, preparo de alimentos e noções de serviços administrativos.

A solenidade de lançamento do programa aconteceu no Centro Integrado Profissionalizante (CIP), na Topolândia, e contou com a presença do prefeito Felipe Augusto, vereadores, secretários municipais, professores, pais e alunos. As aulas acontecerão no contraturno escolar. As duas primeiras turmas possuem 20 alunos cada, que irão concluir os cursos no mês de dezembro.

O chefe do Executivo destacou que a qualificação é importante para a formação da cidadania da nova geração. Felipe Augusto disse ainda que a prefeitura vai promover outros cursos de inclusão social para as pessoas com deficiências. “ Queremos incentivar, despertar habilidades e competências em um projeto que atende a estudantes da rede municipal com deficiência. Estamos preparando nossas crianças para enfrentar o mundo profissional, esta é mais uma sementinha de cidadania plantada em nossa cidade”, definiu o prefeito.

O vereador Onofre Neto, em nome da Câmara Municipal, agradeceu ao prefeito pela concretização de um projeto que o município necessitava há bastante tempo. “Estou muito feliz pela reabertura do CIP, pois a qualificação profissional dá dignidade às pessoas”, afirmou.


A secretária de Educação, Ivani Capelossa Nacked, destacou que o projeto é fruto do trabalho de uma equipe coesa que se alimenta de novos projetos e que, neste caso, tão importante quanto promover a inclusão social das crianças “é nos incluirmos na singularidade dos alunos”.

A professora Fabiane Alkmin, coordenadora do CIP, enfatizou que o foco principal dos cursos, além da qualificação, é despertar das habilidades dos alunos.

Para o presidente da Associação Comercial e Empresarial de São Sebastião, Eduardo Cimino, a qualificação profissional é a chave para que o município retome o seu crescimento.

Já Auricélia Santos, mãe de um aluno do projeto Asas, exaltou a iniciativa da prefeitura  e parabenizou o prefeito pelo trabalho desempenhado. “Agradeço a todos, mas acima de tudo a Deus, por proporcionar que nossas crianças tenham a oportunidade de um futuro melhor”, completou.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário