Litoral Norte tem previsão de mais chuva e Caraguá mapeia áreas de risco

Mais de 75 pessoas estão desabrigadas em Caraguatatuba e a Defesa Civil orienta que as pessoas que estiverem em áreas de risco devem sair
Morro Santo Antônio segue interditado após desmoronamento (Foto: Divulgação)

A região do Litoral Norte segue com previsão de chuvas e ventos fortes nos próximos dias, de acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE). O fim de semana deve ser de chuva, mas o tempo começa a melhorar durante a segunda e terça-feira (20 e 21/3), devido à baixa nebulosidade, mas ainda com risco de chuvas fracas e isoladas. As ondas podem chegar a 1,5 metro em São Sebastião.

Na cidade de Caraguatatuba, a mais afetada pela tempestade de segunda-feira, a previsão é de sol e céu sem nuvens pela parte da manhã desta sexta-feira (17/3), mas, durante a tarde, a nebulosidade deve aumentar, criando a possibilidade de pancadas de chuvas isoladas. No sábado (18/3), o tempo permanece fechado o dia inteiro, com possibilidade de chuvas fortes em locais isolados. No domingo (19/3), o dia também deve ficar fechado com períodos de chuva forte.

Nas praias de Caraguatatuba, a  maré deve subir, segundo a tábua de marés da Marinha Brasileira e Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN). Na sexta, o mar se eleva a até 1,07 metros durante as 16h40. No sábado (18/3), a maré deve atingir 1 metro as 17h20. A partir do domingo (19/3), o mar deve baixar até 80 centímetros do volume normal. Durante segunda e terça-feira (20 e 21/03), a maré cai para 70 centímetros do nível normal.

Mapeamento das áreas de risco

O Instituto Geológico, Governo do Estado e a Prefeitura percorrem os bairros mais atingidos pelas chuvas de segunda-feira (13/3) e vistoriam as áreas de risco em toda a encosta do Morro Santo Antonio, em Caraguatatuba. Uma das áreas visitadas foi o bairro do Cantagalo, onde um escorregamento de encosta atingiu o condomínio horizontal Residencial do Bosque. 

As 15 casas do condomínio foram interditadas e as famílias estão sendo retiradas. Ainda no Cantagalo, outras áreas de risco foram detectadas, próximas à encosta do morro. Outra ação da Prefeitura nesse momento é negociação de um local apropriado para abrigar temporariamente as 75 pessoas que estão alojadas no Centro Esportivo Ubaldo Gonçalves (Cemug).

O Morro Santo Antônio também continua interditado, principalmente próximo a rampa de paraglider.

A Defesa Civil do Estado de São Paulo, presente em Caraguá desde esta quarta-feira (15), alerta que pessoas que estiverem em áreas de risco devem sair. Diante do enorme volume de chuva, as áreas estão encharcadas e as atenções precisam ser redobradas. “Quem está em situação de risco deve levar em consideração que o bem a ser protegido, agora, é a vida”, afirmou o tenente-coronel da PM Anderson Lima de Oliveira.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário