Detentos liberam reféns e encerram rebelião após 5 horas em Caraguá

Os nove reféns foram liberados da Fundação Casa após as mães dos internos entrarem na negociação
A PM segue na segurança da parte externa da unidade (Foto: Divulgação)

A rebelião promovida pelos internos da Fundação Casa de Caraguatatuba, na última segunda-feira (27/2), acabou após cerca de cinco horas de negociação, sem feridos. De acordo com a instituição, cinco internos e quatro funcionários foram mantidos reféns pelos adolescentes envolvidos no motim. A ação só foi encerrada após mães e familiares de alguns menores intercederem pelo fim da rebelião. A direção da unidade e o Grupo de Intervenção Rápida (GIR) também mantiveram conversa com os rebelados dentro da unidade durante todo o processo.

As circunstâncias que motivaram a revolta não foram divulgadas pela Fundação Casa, nem os termos da negociação. Atualmente, 64 jovens cumprem medida socioeducativa na unidade, o que está dentro da capacidade permitida por lei. A Polícia Militar foi chamada para apoiar a segurança na parte externa do prédio e segue no local.

A Corregedoria Geral da Fundação Casa informou ainda que vai instaurar sindicância para apurar o tumulto promovido pelo grupo de adolescentes. Os menores passarão, ainda, por uma Comissão de Avaliação Disciplinar (CAD), que vai determinar as possíveis sanções. O Poder Judiciário e os familiares dos jovens serão informados da ocorrência.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário