Animais aquáticos ganham novo espaço para reabilitação em Ubatuba

Instituto Argonauta recebe área para instalação do projeto que atende a fauna entre Angra dos Reis e São Sebastião
Albatroz de Sobrancelha Negra é uma das espécies atendidas no local (Foto: Divulgação)

A fauna marinha terá um novo espaço para recuperação, em Ubatuba, no bairro do Perequê-Açu. A Prefeitura, por meio do Decreto 6577, concedeu ao Instituto Argonauta a permissão de uso da área pública situada na avenida Governador Abreu Sodré, para a instalação do projeto do Centro de Reabilitação e Triagem de Animais Aquáticos (Creta).

O Creta é um projeto cultural, educacional e ambiental desenvolvido em uma região compreendida entre Angra dos Reis (Rio de Janeiro) e São Sebastião (São Paulo). Atualmente, ele está localizado em terreno alugado em Ubatuba, na região conhecida como Caisão. O difícil acesso e a pouca área disponível foram fatores que levaram o instituto a solicitar o apoio da Prefeitura de Ubatuba para a mudança do Centro. A cessão de uso da área é por tempo indeterminado e somente para essa finalidade.

Além do espaço para o resgate, reabilitação e triagem de animais aquáticos, a nova área também vai contar com um museu para visitação. Hugo Gallo, presidente do Instituto Argonauta, ressalta a importância da localização e proximidade ao mar. “O prefeito Sato entendeu completamente a necessidade de termos uma nova área, que possa atender às necessidades dos profissionais dedicados à fauna marinha de Ubatuba e região”, destaca Gallo.

O prefeito Délcio Sato (PSD) ressalta a importância da parceria, que valoriza as características do município e não representa custos para a Prefeitura. “Com certeza, seremos referência na região, tanto pela geração de postos de trabalho em área técnica quanto pela criação de mais um atrativo turístico na cidade, valorizando o bairro do Perequê-Açu”, finaliza.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário