Pesquisa diz que solteiros acham possível encontrar um amor no Carnaval

Estudo aponta que homens e mulheres estão dispostos a engatar um relacionamento sério com alguém que conheceu na folia 
Pesquisa aponta que Carnaval também pode dar em namoro (Foto: Divulgação)

Quem disse que o Carnaval é só farra? O site de relacionamento Par Perfeito realizou uma pesquisa com 633 foliões e questionou se eles e elas acham possível ou não levar um relacionamento adiante com alguém que conheceu durante a folia. As mulheres de praticamente todas as idades, exceto as que estão acima dos 50 anos, foram unânimes em dizer que sim! E os homens (de todas as faixas etárias) concordam com elas e também se dizem dispostos a engatar um relacionamento com alguém que conheceram durante a folia.

E namorando no Carnaval, pode? Elas afirmam que sim: os casais também são bem-vindos à folia, exceto as mulheres entre 18 e 20 anos e as que estão na faixa entre 40 e 49 anos que acham inadmissível passar o evento acompanhadas. A maioria dos homens também concorda, porém, os entrevistados de algumas faixas etárias mostraram resistência à ideia:  63% deles com idade entre 50 e 59 anos acham que não dá certo passar o Carnaval em casal. E os homens entre 50 e 59 anos ficaram divididos: 50% acham possível e 50% acham que não.

Agora, o que os casais pensam sobre isso? A maioria das mulheres de todas as idades acredita que o Carnaval não é algo que atrapalha um relacionamento. Os homens estão de acordo, mas os que tem mais de 50 anos ficaram em cima do muro (50% acham que atrapalha e 50% acham que não).

“O clima de festa do Carnaval brasileiro contagia a todos e isso é muito positivo para conhecer pessoas interessantes. Esse pode ser o início de um amor com uma história muito divertida”, comenta Mariana Frensel, gerente de marketing do Match Group Latam, empresa detentora da marca Par Perfeito. “Essa é uma das datas mais esperadas do ano pelos solteiros e vale contar com a ajuda dos sites e aplicativos de relacionamento para conhecer pretendentes durante a folia”, aconselha.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário