Ubatuba recebe 1° Encontro de Fuscas com entrada solidária

O evento acontece neste domingo (22/1) e homenageia um dos carros mais populares do mundo
Os interessados devem se cadastrar previamente por email (Foto: Divulgação)

A cidade de Ubatuba recebe a 1ª edição, o Encontro de Fuscas neste domingo (22/1), a partir das 10h, na praça de eventos, que fica na Av. Iperoig. O evento é gratuito e vai homenagear o primeiro veículo produzido pela empresa alemã Volkswagen e que se tornou um clássico no Brasil. 

O Fusca teve seu primeiro protótipo produzido por Ferdinand Porsche, fundador da marca de automóveis esportivos Porsche. Chegou ao Brasil em 1950, quando foram importados pela família Matarazzo. Foi construído para ser utilizado na guerra, por ser um carro pequeno, resistente, com motor refrigerado a ar e com uma mecânica muito simples, mas se tornou um dos carros mais populares do mundo e o que ficou por mais tempo em produção no planeta. Fabricado no Brasil a partir de 1959, o Fusca se tornou o modelo mais vendido do país por 24 anos consecutivos, com mais de três milhões de unidades produzidas. 

O evento tem entrada gratuita e os interessados devem contribuir com alimentos, preferencialmente leite em pó,  e produtos de higiene pessoal, que serão doados à famílias carentes do projeto Namaskar. O público que contribuir poderá escolher um dos fuscas cadastrados para tirar uma foto dentro dele.

Para se inscrever é necessário enviar email para comercial@ubatubasim.com.br com as seguintes informações: nome completo, CPF, dados do veículo e cidade de origem. O 1° Encontro de Fuscas de Ubatuba é idealizado pelo Empório Ubatuba, cooperativa de produtores locais da cidade e promovido pela revista Ubatuba Sim. 

Segundo a organização, a intenção é reunir as famílias na praça de eventos. Como não haverá comercialização de produtos, a sugestão é que os participantes possam levar alimentos e bebidas para consumo próprio, assim como cadeiras e guarda sol.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário