FOTO EM FOCO: O sumiço do mundo!


No pé da primeira das estantes dispostas no meio da sala de entrada do Café Ponto das Letras, em Ilhabela, há um pequeno livro azul, com o curioso título de "O sumiço do mundo". Por causa da sua localização, ele passa despercebido. E por estar embalado em plástico, não pode ser manuseado, o que permitiria tentar entender o porquê do seu nome. Foi escrito por Carlos Knapp, ele próprio detentor de uma vida tão atribulada a ponto de merecer tradução em romance, como de fato aconteceu, graças a outro livro de sua autoria, o "Minha vida de terrorista".

O sumiço do mundo, a despeito de seu diminuto tamanho, é um brilhante de alto quilate com poder de ofuscar os demais livros a sua volta. Apresenta-se como "reportagem completa" de um acontecimento bizarro, inusitado: o sumiço do mundo para os habitantes de Ilhabela, deixados completamente isolados em meio a um mar interminável sem terras, sem qualquer continente, sem mais nenhum ser humano vivo. Mais não convém contar para que a história não perca o encanto.

Para quem reside na Ilha, essa é uma leitura deliciosa já que a protagonista da trama é Ilhabela. Por isso e pelo fato de ser literatura da melhor lavra, é injustificável que ele fique relegado a uma posição de nenhum destaque; mereceria figurar logo na principal vitrine da livraria, aquela voltada para a rua.

A Foto em Foco não tem, infelizmente, o poder de corrigir esse malfeito, conferindo para "O sumiço do mundo" o lugar que ele merece na loja onde é comercializado na Ilha, mas pode, sim,  em seu espaço virtual, prestar-lhe uma singela homenagem. As fotos desta coluna foram pois, escolhidas sob a sua inspiração. Longe de pretender ilustrá-lo, elas desejam apenas reviver um pouco da prazerosa emoção que a sua leitura causou. Foram tiradas faz seis anos, tendo como tema, Ilhabela. E foram feitas com uma câmera pequenina, de bolso, uma Canon PowerShot A590IS, com resolução inferior ao do mais modesto celular hoje vendido. Esse fato estabelece entre livro e foto um interessante paralelismo que nos ensina que tanto na literatura quanto na fotografia, tamanho não é parâmetro de qualidade.


Por Márcio Pannunzio


























*Os direitos autorais das fotos da coluna Foto em Foco pertencem a Márcio Pannunzio. Desrespeitar o direito do autor é crime. Havendo interesse em usar qualquer fotografia da coluna para fins jornalísticos, institucionais, didáticos ou publicitários, entre em contato para negociar o devido licenciamento de uso de imagem: marciopann@gmail.com


  Conheça mais trabalhos de Márcio Pannunzio pelos sites: www.marciopan.art.brwww.marciopan.comwww.ilhabelaemfoco.com e www.retratararte.com. E aqui no Foto em Foco, toda semana uma diferente série fotográfica.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário