Presidência: Neto tem apoio de Gleivison e Teimoso espera ajuda de Felipe na eleição

O pleito para escolha da Mesa Diretora ocorre na tarde do dia 1º de janeiro em sessão na própria Câmara

Por Acácio Gomes

Os vereadores Onofre Santos Neto, o Neto (DEM), e Edivaldo Pereira Campos, o Teimoso (PSB), são os nomes que vão disputar a eleição para presidir a Câmara de São Sebastião no biênio 2017/2018.

O pleito para escolha do presidente, bem como o restante da Mesa Diretora (vice-presidente, primeiro secretário e segundo secretário), ocorre na tarde do dia 1º de janeiro em sessão na própria Câmara.

Nos bastidores, comenta-se que Neto é o favorito e já teria a garantia de pelo menos sete dos 12 vereadores eleitos. 

Em entrevista ao site Nova Imprensa, Neto revelou que a disputa será grande e que a eleição pode ser decidida faltando poucos minutos para o início da sessão.

“Tenho conversado com os vereadores e falado das minhas propostas e intenções. Elenco três delas: uma reforma administrativa no Legislativo; a Consolidação das Leis; e a aquisição de um prédio novo para a Câmara. Além disso, quero mudar a dinâmica da sessão, pois hoje é muito chato acompanhar as leituras e discussões”, explicou. “Se eleito for, quero ter também pessoas técnicas, até porque não posso ter problemas com o Tribunal de Contas do Estado, afinal quero sair candidato em 2020”, antecipa.

Questionado se tem o apoio do prefeito eleito Felipe Augusto (PSDB), o vereador rechaça. “Tenho um bom relacionamento com o Felipe e até o momento não vi sua interferência no processo, seja em defesa de um ou outro candidato. Já entre os vereadores eleitos, o meu maior cabo eleitoral é o Professor Gleivison”, revela.

Apoio
Vereador com maior número de votos (3.183) na última eleição, Gleivison Gaspar, o Professor Gleivison (PMDB), confirmou seu apoio à candidatura de Neto.

“Não me seduz a ideia de ser presidente, não me atrai. Mas sinto a importância de se ter uma Mesa Diretora e um presidente que represente os vereadores. Precisamos de representantes que tenham noção do que é fiscalizar e sair da zona de conforto. Dos nomes que se apresentaram, o Neto é o melhor no meu entendimento pelos conhecimentos jurídicos e por ter bom trânsito em todos os grupos políticos”, analisa.

O vereador disse ainda o que espera do próximo presidente e sua concepção de Câmara ideal. “A primeira medida de um presidente, na minha visão, é tentar aproximar a população do Legislativo, investindo forte em comunicação, em mídia. Também existe a necessidade, por conta das condições geográficas do município, de descentralizar audiências e até sessões. Precisamos ainda dar mais transparência aos atos da Câmara e melhorar o dinamismo nas sessões. Enxugar a Câmara em relação aos funcionários é importante, mas desde que não distancie a população”, diz. 

Teimoso
Tido ainda como azarão nesta corrida, o vereador Edivaldo Pereira Campos, o Teimoso, acredita que muita água vai rolar até o fim da disputa. 

“Coloquei meu nome à disposição, pois entendo que a hora é agora. Como o vereador Reinaldinho (Reinaldo Alves Moreira – PSDB) será secretário, o governo precisa apresentar um nome. Depois do dia 20 de dezembro, nossa campanha deverá ser fortalecida com o apoio do prefeito eleito Felipe e do vice Amilton Pacheco, que é do meu partido. Pelas contas, devemos ter entre oito e nove votos. Vai ser uma disputa sadia e respeito muito o meu adversário (vereador Neto)”, explica.

Sobre as pretensões, caso seja eleito presidente da Câmara, Teimoso também pretende promover uma reforma administrativa. “Mas tem que fazer, não adianta falar, aprovar e engavetar. Quero promover uma forte parceria com os funcionários efetivos”, diz.

Ele também revelou o desejo de se ter um novo prédio para a Câmara. “É um sonho, mas precisamos do apoio do prefeito para doação de um terreno. Se eleito, vou iniciar esse processo. O que não dá mais é ver as precárias condições do prédio atual. A ideia é transformar o local em um museu”, revela.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário