Inscrições para o prêmio Empresa Inclusiva terminam nesta quinta (30)

O primeiro lugar nas categorias empresa de grande e médio porte receberá R$10 mil e troféu. Para categorias pequena e microempresa o prêmio é R$8 mil

As empresas de pequeno, médio e grande porte de Caraguá que queiram participar do prêmio Empresa Inclusiva, o prazo de inscrição encerra nesta quinta (30). O objetivo é incentivar, reconhecer e premiar as empresas do município de diferentes categorias, que se destaquem na implementação de ações promotoras da acessibilidade e da empregabilidade de pessoas com deficiência e idosas.

Em julho, as companhias inscritas terão orientações sobre o regulamento e capacitação em como tornar o estabelecimento acessível, formas de eliminar barreiras, além de casos de sucesso na implementação de ações inclusivas dentro da empresa e de valorização à diversidade. Também terão três meses – agosto, setembro e outubro, para realizarem modificações, melhorias e adaptações, visando alcançar resultados durante a avaliação da comissão julgadora, em novembro.

Podem concorrer estabelecimentos de comércio e serviços de Caraguá, nas seguintes categorias: microempresa (até nove funcionários); pequeno porte (10 a 49 funcionários); empresa de médio porte (50 a 99 funcionários); e grande porte (acima de 99 funcionários).

O primeiro lugar nas categorias empresa de grande e médio porte receberá R$10 mil e troféu. O primeiro lugar nas categorias pequena e microempresa receberá R$8 mil e troféu. O selo “Empresa Inclusiva 2016” poderá ser utilizado nas veiculações publicitárias para promover serviços e produtos da empresa. Os vencedores também terão publicidade nos eventos da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e do Idoso e do Governo Municipal. A premiação acontece no dia 3 de dezembro, data em que se comemora o “Dia Internacional da Pessoa com Deficiência”, durante a realização do Fórum Inclusivo.

As inscrições são efetuadas na sede da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e do Idoso, na Avenida Jorge Burihan, 10, bairro Jardim Jaqueira, ao lado da Rodoviária, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Critérios

As empresas participantes serão avaliadas por uma comissão julgadora, formada por profissionais interdisciplinares que já desenvolvem trabalhos na área de inclusão e acessibilidade. Dois critérios serão julgados: empregabilidade e também acessibilidade.

Na primeira área serão analisados os seguintes itens: contratação e tempo de serviço; condições de trabalho; quantidade de pessoas com deficiência e idosos; tipos e graus de deficiências; variação de idade; capacitação referente à atividade e função profissional; sensibilização com a equipe de trabalho; valorização. Na segunda, as questões são: atendimento prioritário; estacionamento ou área de embarque e desembarque; calçada e entrada do estabelecimento; circulação; ambientes; mobiliário interno; sanitários; sistema de comunicação e sinalização; e tecnologia assistiva empregada.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário