Entidades de Ubatuba usam música para tirar crianças e adolescentes da rua

Oficinas de iniciação musical, prática de banda e construção de instrumentos são oferecidas pelos projetos Gaiato e Namaskar
Projeto Gaiato atnde cerca de 140 jovens na cidade (Foto: Divulgação)

Entidades de Ubatuba se uniram para realizar diferentes atividades voltadas ao fortalecimento de vínculo de crianças e adolescentes com a educação por meio de aulas da música. O projeto inclui também outras opções, como oficinas de dança, teatro e informática.

O projeto Gaiato – Grupo Aberto à Infância e Adolescência – Técnicas Ocupacionais – atua junto à comunidade da região Oeste de Ubatuba, principalmente dos bairros do Ipiranguinha, mas também da Cachoeira dos Macacos, Horto Florestal, Jardim Ipiranga, Marafunda, Morro das Moças e Vale do Sol. Atualmente, são atendidas 94 crianças de 6 a 12 anos e 43 adolescentes de 13 a 17 anos.
As oficinas de música acontecem todas as quartas-feiras e contam com 64 matriculados. Elas são ministradas pelo professor de história e músico Léo Estevan. Além de prática de violão e percussão, os alunos aprendem a construir instrumentos típicos da cultura popular brasileira, como as alfaias.

Grupo Namaskar ensina, também, a confecção de instrumentos (Foto: Divulgação)
Já o Projeto Namaskar atende a comunidade do bairro do Sesmarias, onde atua desde 2005. Desde então, centenas de crianças e adolescentes já passaram pelas oficinas de música do maestro Antônio Celso Dutra, que acontecem às terças (teclado) e sextas-feiras (batuque e bateria). “Para além da prática instrumental, os alunos aprendem a manter tudo organizado: eles mesmo montam os instrumentos e os guardam após o uso”, conta Dutra. “Tocamos de tudo, desde música barroca e MPB até rock”. Às quartas-feiras, Dutra também ensina violão e teclado no Instituto Blá-Blá-Blá Posithivo, que atua com as famílias da região do Perequê-Açu.

Parcerias

As oficinas e cursos gratuitos envolvem recursos federais, estaduais e municipais, além de doações e de trabalho voluntário. Somente pelo programa “Famílias em Ação”, por exemplo, as entidades recebem um repasse de R$ 60 mil reais por ano cada.

Outros programas administrados pela Secretaria Municipal de Cidadania e Desenvolvimento Social voltados para as crianças e adolescentes e executados por meio de convênios com as entidades da sociedade civil são o Criança Ativa, Entrelaços, Se Liga e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Crianças e Adolescentes.

Serviço

Gaiato - Rua das Palmeiras, 200 - Ipiranguinha - Tel. (12) 3833-3744
Projeto Namaskar - Rua Del Rey, 186 - Sesmaria - Tel. (12) 3833-3016
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário