Caraguá recebe Olimpíadas Especiais com atletismo, natação e futsal

Evento surgiu nos Estados Unidos, na década de 1960, e chega pela primeiro vez ao Litoral Norte neste sábado (11)
Competição reúne pessoas com e sem deficiência nas equipes (Foto: Divulgação)

O 1º Festival Unificado Olimpíadas Especiais Brasil de Atletismo, Natação e Futsal será realizado neste sábado (11), das 8h30 às 15h no Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves (Cemug), em Caraguatatuba. O evento é pioneiro em reunir pessoas com e sem deficiência intelectual nas competições.

O atletismo terá provas de marcha assistida de 10m, 25m de caminhada, 50m livre, 100m livre, salto em distância, arremesso de pelota e 4x100m unificado. A natação reunirá os estilos 25m e 50m livre e costas, em ambos, além dos revezamentos unificados 4x25m e 4x50m livre.

A Olimpíadas Especiais é uma organização mundial sem fins lucrativos dedicada a melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência intelectual, por meio do treinamento e competição esportiva durante o ano inteiro. O evento é organizado pela Olimpíadas Especiais Brasil, Lions Clubs International, e conta com o apoio do governo de Caraguá. 

Os interessados devem fazer as inscrições até o dia 9 de junho pelos e-mails dagoesporte@hotmail.com ou ivansantos@specialolympics.org.br. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (12) 3885-2200.

História

O conceito da Olimpíadas Especiais (Special Olympics) nasceu no início da década de 60, quando Eunice Kennedy Shriver começou a promover pequenos eventos esportivos para pessoas com deficiência intelectual nos jardins de sua residência. Os primeiros jogos internacionais da Olimpíadas Especiais aconteceram em Soldiers Field, na cidade de Chicago, no Estado de Illinois (EUA), no ano de 1968.

A ativista Eunice Kennedy Shriver morreu em 11 de agosto de 2009, aos 88 anos, na cidade de Hyannis, no Estado de Massachusetts, nos Estados Unidos. Membro de uma família de nove irmãos, Eunice é irmã do presidente americano John Fitzgerald Kennedy e do senador Edward Kennedy. Sua filha, Maria Shriver foi casada com o ator e ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger.


Atualmente, a Olimpíadas Especiais (Special Olympics) é o único programa mundial de treinamento e competições esportivas para crianças e adultos com deficiência intelectual. A SO está em 180 países, com aproximadamente, 3,5 milhões de atletas e 800 mil treinadores e voluntários. Depois do movimento da Cruz Vermelha, a Olimpíadas Especiais (Special Olympics) é a organização que mais tem voluntários no mundo.

Brasil

No Brasil, o movimento nasceu em 1990 no Distrito Federal com o nome de “Special Olympics Brasil” e atingiu 12 estados brasileiros. Em 2003, a “Olimpíadas Especiais Brasil” começou a trilhar um caminho para se tornar, em 2008, a Fundação Special Olympics Brasil. Hoje, a Fundação Special Olympics Brasil (SOB) possui 53 mil atletas cadastrados, 14 mil em treinamento e cinco mil competindo, 10 mil voluntários, três mil famílias, dois mil treinadores e 10 modalidades.

Em 2015, a Special Olympics Brasil adotou o nome Olimpíadas Especiais Brasil e continuou a ser uma organização sem fins lucrativos, filiada a Special Olympics International.   


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário