Trabalhadores seguem em greve por aumento salarial na Tamoios

Mais de mil operários cruzaram os braços nesta quarta-feira (4) e pedem 12% de reajuste para voltar ao trabalho

Greve na Tamoios começou nesta quarta (4) (Foto: Eduardo Saraiva/Divulgação)

Mais de mil trabalhadores cruzaram os braços por aumento de salários e ampliação de benefícios na obra do controno da rodovia Tamoios. Os operários pedem 12% de reajuste, além de vale alimentação e convênio médico. A Queiroz Galvão, empresa responsável pelo empreendimento, informou que está analisando a proposta apresentada.

A  paralisação começou nesta quarta-feira (4) e, segundo o sindicato da categoria não há previsão para retomada dos trabahos. Já a construtora diz que as tentativas de acordo começaram no início de maio, data-base para o acordo coletivo, e seguem conforme os prazos legais.

A obra e o pedágio

O projeto de ampliação do contorno foi cedido à Queiroz Galvão pelo governo do Estado em abril de 2015 por meio de uma Parceria Público Privada (PPP). Pelo acordo, a empresa deve entregar a duplicação das pistas no trecho de serra e túneis de acesso alternativos e em troca poderá cobrar pedágio dos veículos que trafegarem na rodovia dos Tamoios.

O início da cobrança da tarifa, de R$ 9,10, estava prevista para o mês de abril, mas a obra das cabines foram embargadas por irregularidades na iluminação do trecho. Em vistoria da Polícia Ambiental, foi verificado que houve desmatamento ilegal para colocação dos postes de luz e os trabalhos acabaram paralisados pela Fundação Florestal e pela Coordenadoria de Fiscalização Ambiental (CFA). A concessionária entrou com pedido de autorização para retomar a obra e aguarda retorno da licença.

A praça de pedágio está sendo contruída no trecho de ligação do Litoral Norte ao Vale do Paraíba, na altura do Km 16, próximo a cidade de Jambeiro, com valor previsto em R$ 3,30. Já no Km 59, na região de Paraibuna, a taxa deve ficar em R$ 5,80. Os preços foram calculados com base no ano de 2015, portanto ainda podem sofrer alterações.

A arrecadação diária do pedágio deve ficar em torno de R$ 200 mil, levando em consideração que aproximadamente 20 mil veículos trafegam pela rodovia por dia. Na alta temporada este número pode chegar 55 mil veículos.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário