Obra do pedágio na Tamoios é embargada por irregularidade

Cobrança será adiada para regularização da iluminação da praça de pedágio
Início das cobranças estava previsto para abril na Tamoios (Foto: Divulgação)

A obra de iluminação da praça de pedágio na rodovia dos Tamoios (SP-99) foi embargada pela Fundação Florestal e pela Coordenadoria de Fiscalização Ambiental (CFA). De acordo com o processo, houve um desmatamento irregular para instalação dos postes de luz no local.  A cobrança da tarifa no trecho de serra estava prevista para começar ainda em abril, mas agora a concessionária Tamoios precisa regularizar a área para dar andamento ao projeto.

Após uma vistoria realizada pela Polícia Ambiental em março, a empresa foi autuada por realizar podas excessivas em vegetações nativas e precisa, agora, rever os processos para atender o pacote de exigências previsto para cobrança do pedágio. 

O contrato de concessão do trecho entre Jambeiro e Paraibuna foi firmado junto à Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e segundo o órgão, não há mais previsão para início da cobrança. A agência destacou que as obras devem ser concluídas em maio, portanto, a vistoria técnica ainda vai ser agendada.

O plano de investimento inicial para concessão prevê melhorias na iluminação na serra, recapeamento, sinalização, pintura e a realização de 6% da obra de duplicação da rodovia, índice que já foi alcançado segundo a concessionária.

Tarifa

De acordo com a concessionária Tamoios o valor cobrado será de R$ 9,10 para faz o trecho entre o Litoral Norte e o Vale do Paraíba. As praças de cobrança vão funcionar em Jambeiro, com tarifa de R$ 3,30, e em Paraibuna, com taxa de R$ 5,80. Os valores foram calculados com data referente à 2015, com base no edital de licitação da concessão do corredor.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário