Vereadores mantém aumento de 160% para vice-prefeito de Ilhabela

Salário do vice deve pular de R$ 5,3 mil para R$ 14 mil no próximo mandato

Cãmara mantém aumento de 160% para próximo vice (Foto: Divulgação)

Os vereadores de Ilhabela reprovaram o veto do prefeito Antônio Colucci, que havia barrado o projeto de lei (PL) que aumenta em 160% o salário do próximo vice-prefeito da cidade. A proposta prevê um aumento de R$ 5,3 mil para R$ 14 mil no subsídio da próxima gestão. Pelo projeto aprovado pela Câmara Municipal serão fixados os subsídios do prefeito do arquipélago em R$ 24 mil e dos secretários municipais em R$ 14 mil para o período de 2017 a 2020, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória.

No mesmo dia, os vereadores também reprovaram dois pareceres da Comissão de Justiça e Redação do Poder Legislativo contrários ao projeto que trata do recebimento e depósito de sobras de materiais de construção para doação pela Prefeitura de Ilhabela e outro, que prevê a criação do prêmio “Aluno nota 10”. As votações ficaram empatadas e receberam voto de desempate do presidente da Casa de Leis, Adilton Ribeiro (DEM).

Os dois projetos foram apresentados pelo vereador Cleison Ataulo Gomes, o Cleison Guarubela (PRB), em novembro de 2015 e receberam pareceres contrários da Comissão Parlamentar de maior importância da Câmara. Se aprovados os pareceres, os projetos seriam arquivados, mas com a decisão pela rejeição, as proposituras vão tramitar nas outras comissões.
O PL 91 tem como objetivo dar um destino adequado aos resíduos de construção civil, que muitas vezes são descartados de forma irregular no meio ambiente e ao mesmo tempo ajudar as pessoas carentes que poderão reutilizar esses materiais em reformas ou construções. Já o PL 92, pretende premiar os dois estudantes com melhores notas de cada escola da rede municipal da cidade. Se aprovado, os alunos receberão o reconhecimento em sessão Solene promovida pela Câmara.


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário