Peças de teatro devem atrair 5 mil alunos de Ilhabela nesta Páscoa

"Rio" e "Quebra Nozes" serão apresentadas na escola de vela do Pequeá 
Espetáculo "Rio" trata sobre extinção da arara azul (Foto: Divulgação)

Cerca de 5 mil alunos devem assistir às apresentações teatrais “Rio” e “Lenda do Quebra Nozes”, nesta quarta e quinta-feira (23 e 24), em comemoração à Páscoa, em Ilhabela. O projeto é da prefeitura da cidade e acontece na nova Escola de Vela “Lars Grael”, no Pequeá. 

Alunos do 4° e 5° ano do Ensino Fundamental I e todos os alunos do Ensino Fundamental II assistirão à apresentação teatral “Rio” em sessões realizadas pela manhã e pela tarde, nesta quarta-feira (23). Já na quinta feira (24), de manhã e à tarde, as apresentações da peça teatral “Quebra Nozes” serão voltadas aos alunos do Maternal II, Fase I e II, além do 1°, 2° e 3° ano.  

“Em todos os anos, a secretaria promove algum evento em celebração à Páscoa e neste ano vamos reunir os alunos para um programa cultural. As duas peças têm temas que procuramos trabalhar no conteúdo de certas disciplinas. O “Rio” fala da preservação do Meio Ambiente, da fauna, da amizade e da união. Já o “Quebra Nozes” vem ao encontro com temas da cultura popular brasileira que temos trabalhado, como as cantigas de rodas e os personagens folclóricos”, explica a secretária da Educação, Lídia Sarmento.

Rio
"Uma Aventura no Rio”, da Cia Meraki, conta um pouco das características de uma das cidades mais lindas do mundo: Rio de Janeiro. Blu é uma ararinha domesticada que nunca aprendeu a voar e vive pacatamente fora do Brasil com sua dona e melhor amiga Linda. Ela acredita que o pássaro é o último de sua espécie, mas descobre a existência de outra ararinha que vive no Rio de Janeiro e parte rumo à longínqua e exótica terra para encontrar Jade, a única fêmea da espécie.

Quebra-Nozes
A Lenda do Quebra-Nozes é encenada pelo Grupo Permanente de Pesquisa. O musical infantil retoma alguns valores do folclore brasileiro: o Bumba meu Boi, o Saci, as Cantigas de Roda, mamulengo e a Vitória Régia. O texto e a direção são de Telma Dias e a direção musical é do Maestro Gereba.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário