Caraguá segue com áreas alagadas e famílias desabrigadas por conta das chuvas

São cerca de 30 pessoas desalojadas e a previsão é que as chuvas continuem
(Foto: Divulgação)

A cidade de Caraguatatuba segue com problemas decorrentes das fortes chuvas que assolam a região desde o último domingo (28). Cerca de 30 pessoas continuam desabrigadas e dormem no ginásio José Francisco Prates, no bairro Perequê-Mirim. Além disso, moradores do bairro Pontal Santa Marina afirmam que as ruas seguem alagadas, impedindo o tráfego de veículos e de pessoas.

A secretária Marisol Maciel é moradora das proximidades e diz já ter pedido ajuda para resolver o problemas das inundações, mas não obteve resposta. "Nosso bairro Pontal Santa Marina continua lastimável e nenhuma autoridade faz nada. Muitas pessoas abandonaram as suas residências, umas porque a água entrou e outros porque não tem como passar. Choveu a noite toda e a situação pode piorar com a previsão de mais chuvas", afirmou ela.

O Governo Municipal, por meio da Defesa Civil, informa que Caraguá continua em estado de atenção. Os índices pluviométricos atualizados até o momento apontam que a cidade está com 143 mm e a previsão é que as chuvas continuem nos próximos dias.

Desde domingo, os pontos de alagamento estavam concentrados principalmente nos bairros Morro do Algodão, Barranco Alto, Pegorelli, Perequê-Mirim e Golfinho. Há três pontos de escorregamento, nos bairros Olaria, Jaguazinho e Morro do Chocolate. Os locais estão sendo monitorados pela Defesa Civil.

Solidariedade

A população da região vem se mobilizando para auxiliar as vítimas das enchentes. Quem quiser ajudar pode enviar  roupas de cama, toalhas, produtos de higiene pessoal e de limpeza, que serão destinadas às famílias atingidas. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania está recebendo as doações na Rua Vereador Antonio Cruz Arouca, 121 – Indaiá.

A estimativa da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania estima que até sexta-feira (4) as famílias desalojadas, que estão no abrigo da Prefeitura, poderão retornar às suas residências. Haverá nova avaliação de viabilidade entre hoje e amanhã.

Em São Sebastião, também há mobilizações para arrecadação de donativos que serão encaminhados para as famílias que perderam os seus pertences nas inundações. Estão sendo recolhidos kits de higiene e de limpeza, alimentos, roupas de cama, sapatos, colchões, móveis, eletrodomésticos e água. 

As doações podem ser feitas no Fundo Social de Solidariedade de São Sebastião e no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) de Boiçucanga.

Previsão do tempo

A Defesa Civil de São Sebastião alerta a população sobre a formação de uma nova frente fria no litoral paulista nesta quinta-feira (3). O aviso de risco meteorológico foi emitido pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e destaca a intensificação de áreas de instabilidade atuantes que ajudarão a organizar o canal de umidade sobre o estado de São Paulo.

Segundo o órgão, há elevado potencial para formação de núcleos de chuva forte, seguidas de intensidade fraca-moderada de longa duração, acompanhadas de ventos e descargas elétricas. Em regiões como o Vale do Paraíba há possibilidade, inclusive, de granizo.

De acordo com o boletim, pelos próximos dias o tempo deve continuar instável, com chuvas fracas a moderadas que ocorrem de forma persistente ou intermitente na região da faixa leste, que manterão o potencial elevado para transtornos no decorrer da semana.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário