Voluntários recolhem lixo ao som de marchinhas de Carnaval em São Sebastião

Operação Lixo Zero vai percorrer as praias de Cigarras, Barequeçaba e Guaecá e qualquer cidadão pode participar
(Foto: Divulgação)

A Operação Lixo Zero, criada recentemente por voluntários da sociedade civil, prepara uma ação durante o feriado de Carnaval para conscientizar moradores e turistas sobre a importância de se preservar as praias. Os participantes devem visitar as praias de Cigarras, Barequeçaba e Guaecá e circularão com a banda Tradição Caiçara, que executará marchinhas carnavalescas para chamar a atenção dos banhistas para a ação.

A operação começa neste sábado (6) na praia das Cigarras e no domingo (7) é a vez de Barequeçaba. A ação se encerra na praia de Guaecá, na segunda-feira (8). ​Em todas as praias, o movimento terá início às 11h e a concentração se dará sempre no canto direito.

Os voluntários irão recolher latas de cerveja, sacos plásticos, palitos de sorvete, bitucas de cigarros, que são o tipo de lixo mais encontrado na areia.  “Pretendemos colaborar no processo de conscientização dos moradores e turistas sobre os problemas gerados pelos resíduos deixados nas praias”, explica a idealizadora do movimento e membro do grupo organizador, Tatiana Araujo. 

Ainda segundo ela, as ações também​ devem ocorres nos próximos feriados prolongados e qualquer cidadão pode participar do movimento voluntariamente. Tatiana reforça que a ação é um movimento da sociedade civil que resolveu agir frente a um cenário cada vez chocante de acúmulo de resíduos nas praias. “Esse acúmulo leva estes resíduos ao mar, resultando na morte de animais marinhos”, ressalta. 

Segundo a organizadora, no período de alta temporada e feriados prolongados é registrada a maior concentração de lixo na​s​ praia​s​. “Mas, mesmo fora da alta temporada, ainda encontramos palitos de sorvete ou bitucas de cigarro na areia. Existe uma visão de que esses pequenos resíduos não são lixo e que podem ser deixados na areia”, diz Tatiana.

"Acreditamos que iniciativas como essa, somam positivamente no processo de conscientização, afinal, é urgente a internalização do tema sustentabilidade em nosso cotidiano. O planeta Terra agradece e nós também", complementa Juliana Raia, do projeto Santa Gaia.

Pesquisa

Durante a 46ª edição do Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, foi apresentado um estudo sobre o impacto do lixo à vida marinha.  De acordo com o documento, até 2050 os oceanos abrigarão mais detritos plásticos do que peixes. Outra pesquisa, publicada no ano passado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences, indica também que até lá 99% das aves marinhas terão pedaços de plástico no organismo. Hoje, de acordo com os pesquisadores, 90% já são vítimas dessa poluição ao meio ambiente Leia matéria completa sobre o tema em: 

Apoio

A operação tem apoio das sociedades ​a​migos de Barequeçaba (SAB) e de Guaecá (Saguaecá), e ​dos moradores do bairro Cigarras, que entraram com os recursos necessários para a ação, da ​Imobiliária Padrão, que auxiliou na parte operacional, bem como apoio institucional da Prefeitura de São Sebastião. O movimento busca auxílio da empresa Ecopav, responsável pela coleta de resíduos em São Sebastião, para que instale nas praias que serão alvo da ação contêineres específicos para o armazenamento de lixos reciclados e orgânicos. Na praia do Guaecá, a primeira a receber a Operação Lixo Zero, os proprietários de barracas de lanches estão apoiando a ação e irão disponibilizar mais lixeiras em frente ​aos seus carrinhos.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário