Especialistas alertam para cuidados com a saúde no fim do horário de verão

Relógios voltam ao normal neste sábado (20), mas as altas temperaturas devem continuar
Dias devem continuar quentes após horário de verão (Foto: NI)

No dia 20 de fevereiro acaba o horário de verão e os relógios devem ser atrasados em uma hora. Porém, as as altas temperaturas devem continuar e apesar da volta ao horário regular, especialistas alertam para importância da continuidade dos cuidados com a saúde, especialmente na praia.


Quanto à alimentação, a consultora de nutrição, Emanuelle Esteves, explica que a atenção deve ser redobrada. “Mesmo com a mudança da rotina, devemos manter o consumo de alimentos mais refrescantes, ricos em vitaminas, minerais e fibras e aumentar a ingestão hídrica, preferindo saladas, frutas, sucos, água de coco, legumes crus ou cozidos, peixes, aves sem pele, carnes bovinas magras e cereais integrais”, recomenda. 


Doces, balas, sorvetes, molhos, refrigerantes, bebidas alcoólicas, alimentos gordurosos estão dentro das restrições dadas pela nutricionista. Segundo ela, beber dois litros de água e ter de cinco a seis refeições por dia são hábitos indispensáveis. A professora Luciana Velloso, da Faculdade de Medicina de Petrópolis, no Rio de Janeiro, alerta para o aumento dos problemas de pele nesta estação. Ela explica que o aumento da oleosidade, a maior produção de suor e o efeito da exposição solar podem danificar os tecidos. Ela cita brotoeja, micoses, fitofotodermatose (manchas causadas pelo contato com limão ou frutas cítricas e posterior exposição ao sol), queimaduras solares, herpes labial e o bicho geográfico. 


“Os cuidados básico devem prosseguir por todo o verão, como proteção solar, manter áreas de dobras sempre secas, procurar estar em ambientes mais frescos e limpos e buscar auxílio médico em caso de aparecimento de uma dessas afecções, para iniciar o tratamento adequado”, diz. Apesar de não haver uma alimentação específica para atenuar ou impedir o aparecimento dessas doenças, a professora também recomenda comidas mais leve e ingestão de grande quantidade de líquidos devido à sua excessiva perda pelo corpo durante o calor.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário