S.Sebastião tem aumento no índice de empregos, segundo Ministério do Trabalho

Dados do Caged apontam que município foi o melhor colocado no Litoral Norte e ficou em quarto no Estado
Cidade teve um saldo positivo de 144 vagas na construção civil (Divulgação)

São Sebastião foi o município que melhor contratou no Litoral Norte, no mês de setembro, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados este mês. No Estado de São Paulo, a cidade ficou na 4ª posição.

O setor da construção civil foi o que teve melhor desempenho no período analisado com 210 pessoas que tiveram a carteira assinada e 66 dispensadas, um saldo positivo de 144 vagas (variação de 4,83%). Deste total, a Construtora Queiroz Galvão S/A, responsável pela construção dos lotes 3 e 4 do empreendimento Nova Tamoios Contornos, é responsável por quase um terço das admissões.

De acordo com o departamento de Recursos Humanos da Queiroz Galvão, foram 58 pessoas contratadas em setembro, o que representa 27,62% do total analisado pelo Caged. Outras 11 pessoas foram chamadas para outro empreendimento tocado pelo grupo,  que é a construção da Nova Serra da Rodovia dos Tamoios.

Para o superintendente de contratos da Queiroz Galvão, Francisco Ranulfo Rodrigues, esses números denotam a preocupação da empresa em buscar a mão de obra nos municípios da região. Dos cerca de 850 trabalhadores, mais de 70% são de São Sebastião e Caraguatatuba.“Tão logo tenhamos a liberação das licenças ambientais, a tendência é aumentar ainda mais as contratações”, explica Rodrigues.

Os setores de Comércio e Serviço também apresentaram um bom desempenho, segundo os dados do Caged, sendo 252 e 294 admissões e 117 e 246 demitidas, respectivamente, entretanto, os saldos de pessoas com cateira assinada ficaram abaixo, sendo 135 (3,82 %) e 48 (0,54%).

Conforme dados gerais do Caged, dos 370 municípios analisados no Estado de São Paulo, São Sebastião ficou atrás apenas de Itapevi, Monte Azul Paulista e Ribeirão Branco.

No Litoral Norte, Ubatuba ficou na 9ª posição geral com saldo de 138 vagas (0,95%), Ilhabela na 38ª  com 45 (0,76%) e Caraguatatuba na 248ª com déficit de 58 vagas, o que representa variação negativa de 0,31%.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

1 comentários:

  1. Olha vocês tem coragem de dizer que foi dispensado 11 e admitido 140gente acorda isto não faz nem casquinhas no tanto de pessoas so no litoral norte desempregados mim poupe destas notícias tão bárbaras falta muito para todos estarem trabalhando? ????outra quem está de fora diz isto aquilo quem está dentro envolvidos sabe que não é fácil entrar na empresas aqui

    ResponderExcluir