Servidores de São Sebastião preparam nova paralisação na terça-feira

Prefeitura concedeu reajuste de 6,28% para a categoria em maio passado após outros manifestos

Servidores decidem paralisação em assembleia  (Foto: Sindserv/Divulgação)

Os servidores públicos municipais de São Sebastião preparam para terça-feira (11) uma nova paralisação por conta do não pagamento da reposição salarial da categoria. Ela está prevista para começar as 7h em frente ao Paço. Na parte da tarde, a partir das 17h, a concentração será em frente à Câmara onde ocorre a sessão ordinária.

A paralisação foi decidida em assembleia pelos servidores e o ato tem como principal objetivo o pagamento integral da reposição salarial da inflação acumulada dos últimos dois anos (15,63%).

De acordo com o Sindserv, há quatro anos o servidor não tem ganho real e a revisão geral anual está prevista na Constituição Federal como um direito dos servidores. Dos 15,63% devidos aos trabalhadores, a Prefeitura de São Sebastião concedeu apenas 6,28%. “Tentamos todas as formas de negociação, mas a administração não sinalizou positivamente em favor dos servidores. Agora nossa luta é pelos 9,35% restantes”, disse a presidente Audrei Guatura.

A organização do manifesto promete reunir centenas de pessoas e para isso está realizando uma articulação na base. Várias categorias prometem aderir ao movimento, como médicos, professores, guardas civis e patrimoniais, pajens, enfermeiros, braçais, entre outros.

De acordo com o Departamento Jurídico, qualquer servidor que se sentir assediado para não aderir ao movimento, deve procurar o Sindserv para providências. No dia da paralisação, o servidor não deve bater o ponto, apenas informar que vai participar da paralisação.

Em maio passado, os vereadores de São Sebastião aprovaram em regime de urgência especial, a proposta da Prefeitura que concede reajuste de 6,28% aos servidores públicos e aumento de R$ 180 para R$ 240 o vale alimentação.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário