Queiroz Galvão retoma obras do Contorno no Morro do Abrigo

Prefeitura autorizou o reinício das atividades após retirada de todas as famílias da Travessa Miramar
Casas da Travessa Miramar foram desocupadas (Foto: NI)

A Construtora Queiroz Galvão retomou nesta semana as obras do Contorno Sul no bairro Morro do Abrigo, região central de São Sebastião. Na última terça-feira (25) foi concluída a retirada das 20 famílias residentes nas Rua e Travessa Miramar. A liberação pela prefeitura foi efetivada no mesmo dia.

De acordo com o diretor da obra, Paulo Celestino, todas as medidas solicitadas pela prefeitura, como remoção das famílias, colocação de mais uma sirene no bairro e instalação de um portão de segurança nos emboques dos túneis foram tomadas. “A Queiroz Galvão fez o que foi pedido para levar ainda mais segurança para a comunidade”, disse.

Essas medidas também foram tomadas em relação às moradias que só serão ocupadas após o término das obras no local. Neste meio tempo, as famílias foram alocadas para imóveis escolhidos por elas e alugados temporariamente pela construtora. “Quando retornarem, encontrarão suas casas do mesmo jeito ou em melhores condições do que quando saíram”, complementou Celestino.

Detonações

Com a autorização da prefeitura, as detonações para as obras do túnel 302 Norte também recomeçam a partir de sexta-feira (28/8) e serão feitas no período das 8h às 17h. Para isso, a comunidade será informada por meio de panfletos sobre a retomada das atividades que serão colocados em comércios e entregues aos moradores.

Os informativos trazem algumas recomendações para a população da área do entorno: manter portas e janelas fechadas; evitar circular pelas ruas sinalizadas; manter presos animais domésticos; não deixar veículos estacionados em casa ou nas ruas delimitadas; conhecer os sinais sonoros (sirenes); e seguir as orientações do responsável de segurança que estiver de plantão.

Antes do início das operações, um alarme sonoro irá tocar por três vezes, sendo que o primeiro será 10 minutos antes do desmonte de rocha; o segundo 5 minutos antes e o terceiro no momento da detonação. Ao final, haverá um toque intermitente curto informando a liberação.


 As detonações duram alguns segundos e logo em seguida é feita a retirada das rochas e limpeza da área para início de um novo ciclo.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário