Prefeito de Ubatuba reduz o próprio salário em 10%

Medida se estende ao salário do vice-prefeito e de comissionados e vem acompanhada de corte de horas extras e renegociação de contratos
Economia de R$ 5 milhões em seis meses (Foto: Divulgação/PMU)

Para garantir a capacidade de investimentos da Prefeitura, a manutenção de serviços aos cidadãos e, em linha com os ajustes realizados pelos governos federal e estadual, o prefeito de Ubatuba, Mauricio Moromizato, anunciou a redução em 10% do próprio salário, o do vice e de 161 funcionários comissionados. A decisão foi comunicada ao secretariado em reunião realizada na quarta-feira (26). A medida não atinge os 1.841 servidores concursados.

As medidas, que valem a partir do dia 1o de setembro, incluem também o corte de horas extras, a renegociação imediata de contratos de aluguéis pagos pela prefeitura e demais contratos com fornecedores e prestadores de serviços. Essas ações e outras que estão em estudo significarão uma economia de pelo menos R$ 5 milhões nos próximos seis meses. Só com a folha de pagamento deve ser gerada economia de R$ 450 mil.

O prefeito ressalta que desde o início da gestão foram tomadas iniciativas para o aumento da receita e houve melhoria nos serviços públicos como na saúde, na educação com a implementação do contra turno escolar e na limpeza urbana. Ele destaca que os ajustes são necessários para garantir esses serviços e também os investimentos com o projeto de iluminação pública em LED de diversas praias, as pavimentações já contratadas em vários bairros como Barra Seca, Estufa II, Perequê-Açu e Lagoinha, a restauração do Casarão da Fundart, entre outros.

“Minha convivência com outros prefeitos mostra que os municípios estão com muitas dificuldades orçamentárias por serem responsáveis por quase todos os serviços oferecidos ao cidadão. Em Ubatuba, que tem um orçamento limitado, farei o que for preciso para garantir a continuidade desses serviços e preservar os investimentos programados. A temporada se aproxima e trabalho incansavelmente para que a cidade não pare”.

O salário atual do prefeito é de R$ 15 mil e do vice R$ 9 mil. Eles vão passar a receber R$ 13,5 mil e R$ 7.650, respectivamente, em setembro.


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário