Museu Histórico de Ubatuba reabre após reformas e fomenta comércio

O prédio abrigou a antiga cadeia do município no século XX
Prédio da Cadeia Velha reabre dia 11 de agosto (Foto: Divulgação)

O Museu Histórico de Ubatuba foi reaberto ao público nesta terça-feira (11), após um trabalho de reparos na infraestrutura e reorganização do acervo. O nome do prédio é uma homenagem a Washington de Oliveira, “Seu Filhinho”, e comporta acervo das comunidades indígenas, quilombolas e caiçaras da região.

O prédio abrigou a primeira cadeia da cidade e é considerado a  primeira construção de linhas modernas de Ubatuba no século XX. A Cadeia Velha foi projetada por Euclides da Cunha, autor da famosa obra “Os Sertões”, que era funcionário do governo do Estado de São Paulo na época. 

Em 2001, o edifício foi reconhecido como Patrimônio Histórico Municipal e conta um pouco da história do surgimento e do desenvolvimento do município através do acervo composto por de peças antigas,  materiais arqueológicos dos primeiros habitantes do município, móveis e objetos pessoais de Madre Glória e do farmacêutico Seu Filhinho.

Também faz parte do acervo a Exposição “Ubatuba: o redescobrir da história” – projeto de pesquisa bibliográfica e documental da cidade. O Museu Histórico de Ubatuba fica  na Praça Nóbrega, 8 – Centro.

A comerciária Gabriela Cursino Ageu Alamino, vendedora da loja Dona Oncinha, acredita que a reabertura do museu deve contribuir, também para o aquecimento das vendas no local. “A maioria das pessoas não vinha para este lado da praça e, agora, com o museu, o local ganha um belo atrativo”.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário