Veleiro apreendido em Ilhabela vai a leilão com lance mínimo de R$ 200 mil

Embarcação é avaliada em R$ 1,35 milhão e poderá ser arrematada nesta terça-feira (7)
Veleiro que será leiloado (Foto: Mara Cirino/NI)

Depois de ser apreendido em Ilhabela, em operação integrada entre a Polícia e a Receita Federal do Litoral Norte, em março deste ano, um veleiro avaliado em R$ 1,35 milhão vai a leilão na próxima terça-feira (7), em São sebastião.

O leilão será promovido pela Receita Federal de Taubaté e prevê 33 lotes, que juntos avaliados somariam cerca de R$ 700 mil. Parte da arrecadação vai para a fiscalização da Receita Federal e o restante será investido em benefícios da seguridade social, como aposentadoria e pensão.

O veleiro terá como lance inicial o valor de R$ 200 mil. A unidade foi retida pela Receita Federal, após uma fiscalização de rotina feita em Ilhabela com vistas para a documentação da embarcação importada. Porém, dias depois, o proprietário teria retirado o lacre e voltou a velejar pelas águas brasileiras, mas foi interceptado na Bahia por uma equipe da Polícia Federal. Segundo informações, o veleiro tinha como destino final Trinidad e Tobago.

O veleiro tipo catamarã, marca Lagoon, modelo 44 pés, de fabricação francesa, não tinha documentação (como guia de importação ou nota fiscal), o caracterizaria o crime de contrabando. O veleiro foi comprado por uma empresa das Ilhas Virgens Britânicas e os donos atuais seriam quatro homens.

Como não houve regularização, a Receita Federal decidiu colocar o veleiro a leilão. Potenciais compradores podem visitar a unidade no Porto de São Sebastião.

Informações sobre o leilão, neste link.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário