CURTAS: Ubatuba tem baixa na cultura e desabafo em rede social

Baixa I
A gestão do prefeito de Ubatuba, Maurício Moromizato (PT), teve mais uma baixa esta semana. Desta vez foi a presidente da Fundação de Arte e Cultura (Fundart), Cristina Prochaska, que deixou o barco. Ela até fez um comunicado em seu perfil de uma rede social.

Baixa II
Ela relata que sua decisão foi, principalmente, pela falta de apoio à cultura. “Não estive lá para cumprir calendário de eventos, minha missão e sonho eram bem mais ambiciosos. Amplamente explicados ao meu prefeito Mauricio. Não tive respaldo e nem equipe técnica que me foi prometida”.

Baixa III
Ela disse ainda que sua bandeira é, e sempre foi, o fomento e desenvolvimento da cultura e seus desdobramentos sociais e que em seis meses avançaram muito. “A Fundação criou novos produtos e elevou o patamar do trato com o povo da cultura e os que dela vivem. Uma pena, mas agora vou prestar meus serviços de fora do governo e de forma independente”, finalizou.

Russomano I
A ex-vereadora de São Sebastião Solange Ramos (sem partido) está fora da Câmara, mas continua mais presente do que nunca. Afastada há cerca de um ano, ela comentou que a forma como ocorreu sua saída foi equivocada. Por isso, deve ser recebida ainda neste mês pelo deputado federal Celso Russomano e contará o seu caso.

Russomano II
O encontro foi solicitado porque a ex-vereadora entende que o seu afastamento deveria ter sido votado pelos demais colegas, mas foi feito por um ato da Mesa Diretora. “Me condenaram sem colocar em apreciação e vou atrás dos meus direitos”, disse. Ela lembra que seu processo tem 1.184 páginas e seu advogado, na ocasião, não recorreu, por isso a sentença em seu desfavor.

Trajetória
E por falar em Solange, ela está toda verso e prosa, pois vai virar personagem de um documentário. Por ser uma parlamentar das mais polêmicas, de provocar embates na Câmara, e de ser uma das mais votadas no município, especialmente no seu reduto eleitoral, Maresias, na Costa Sul de São Sebastião,  O historiador Lucelmo Lacerda resolvru narrar a sua trajetória de vida e política. Solange promete não omitir nada.


Reviravolta I
A troca de comando do PV deixou o clima tenso em São Sebastião. Há décadas na mão do ex-prefeito e ex-presidente da Câmara Wagner Teixeira, agora quem comanda o partido é Leandro Saadi, que tem sua base na Costa Sul. Essas mudanças podem ter seus reflexos nas eleições de 2016, uma vez que o Partido Verde sempre apoiou o prefeito Ernane Primazzi, que não poderá concorrer no ano que vem, por estar no seu segundo mandato.

Reviravolta II
Há quem diga que o PV pode se aliar a Felipe Augusto, pré-candidato a prefeito pelo PSDB. Na eleição passada, foi considerado como uma terceira via, na próxima, aposta que vem para ganhar e por isso tem buscado mais e mais legendas.

Tranquilidade
Por outro lado, quem está próximo ao prefeito Ernane diz que ele está tranquilo em fazer o seu sucessor. Atualmente conta com o apoio de 17 partidos e tem mais dois na manga. A essas pessoas, Ernane teria dito que até março de 2016 vai resolver todos os apoios e quem será o seu sucessor.

Comissionados
Esta semana, ele se reuniu com 275 funcionários comissionados, inclusive aqueles que não são vistos nas cidades, para passar um panorama da atual situação e o encaminhado para as próximas eleições. Quem esteve presente disse que foi uma conversa bem animada. Mas muita água ainda vai rolar.

Assumiu
E falando em sucessão, quem está todo feliz é João Amorim, que driblou todas as perspectivas negativas e conseguiu o tão sonhado cargo de secretário-adjunto de Esportes. A empolgação é tanta que ele tem sido visto em todos os eventos e jogos realizados no município.

Saga
O secretário de turismo de Ilhabela, Harry Finger, fez tudo o que pode para representar a cidade em um evento na capital federal. Na última terça-feira, quando o tempo virou e a balsa ficou paralisada por quase nove horas, ele se viu preso no arquipélago, quando precisava ir a Brasília. Não deu outra. Conseguiu uma carona de barco até São Sebastião e de lá, a secretário de Turismo do município, Marianita Bueno, providenciou um veículo que o levasse até o aeroporto, em Guarulhos. Não tinha teto, mas ele esperou e deu tempo de chegar à capital nacional onde esteve na apresentação oficial da Associação Brasileira das Ilhas Turísticas (Abitur) ao Ministério do Turismo.

Fomento
Ilhabela integra a associação junto com a Ilha do Mel, Ilha Grande, Fernando de Noronha e Ilha de Marajó. “Pudemos observar uma grande aceitação a este novo produto turístico brasileiro, as Ilhas do Brasil. O Ministério, a Embratur e Abitur estão trabalhando juntos para receber cada vez mais turistas estrangeiros as nossas Ilhas”, concluiu Harry Finger.

Informatização
Todas as salas de vacina de Caraguá foram modernizadas com o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização. O objetivo é fornecer dados sobre pacientes vacinados, movimentação de vacinas e reduzir erros.

Cartão alimentação I
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ilhabela (Sindserv) encaminhou ofício para a Prefeitura questionando sobre o pagamento do Cartão Alimentação para os funcionários que possuem duas matrículas. O Sindicato teria recebido inúmeras reclamações de servidores que se enquadram nessa situação, alegando que estão recebendo o benefício apenas por uma matrícula.

Cartão alimentação II
O questionamento da entidade é porque esses funcionários contribuem com os impostos e descontos em dobro, cumprem sua jornada conforme estabelecido, tendi, assim, direito ao recebimento do Cartão Alimentação em cada uma de suas matrículas.

Violência doméstica I
A Prefeitura de São Sebastião estuda a implantação do Anexo de Violência Doméstica Familiar contra a mulher. O anúncio foi feito durante uma reunião entre o prefeito, Ernane Primazzi, e o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Renato Nalini, realizada na sede do TJ na capital. O setor será um local destinado ao recebimento de crianças, adolescentes e mulheres vítimas de violência doméstica.

Violência doméstica II
De acordo com o prefeito a Administração Municipal estuda, junto com o Poder Judiciário, a melhor localização para a instalação do órgão. “Com a implantação deste setor a cidade passará a contar com um órgão específico para atender e agilizar os processos e  melhorar a segurança das mulheres vítimas de violência”.

Violência doméstica III
Durante a reunião também foi assinado o termo de acordo da campanha “Compromisso e Atitude”, resultado de uma cooperação entre o Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, e que conta com o apoio da Administração Municipal, na tentativa de unir e fortalecer os esforços nos âmbitos municipal, estadual e federal para dar agilidade aos julgamentos dos casos de violência contra as mulheres e garantir a correta aplicação da Lei Maria da Penha.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário