Carro usado em fuga e apetrechos para explosivos são localizados pela PM

Dois homens foram presos na casa do Jaraguá e polícia suspeita de ligação da dupla com quadrilha de furto de caixa eletrônico

(Foto: PM/Divulgação)

Equipes da Polícia Militar acabaram de localizar o carro utilizado na fuga que resultou no capotamento da viatura da PM na tarde de quinta-feira (30). O veículo estava coberto com uma lona e escondido na garagem de uma casa da Rua Gumercindo Francisco, no bairro Jaraguá, Costa Norte de São Sebastião. No local também foram encontrados apetrechos para explosivos e diversas porções de drogas. O flagrante, que resultou na prisão de dois suspeitos, teve início por volta das 11h desta sexta-feira (31) e as equipes da PM e da Polícia Federal permaneceram no local até aproximadamente às 14h.

Segundo a PM, os policiais receberam uma denúncia anônima sobre um veículo escondido e movimentação suspeita na casa. Os PMs solicitaram reforços das equipes da Força Tática e Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam) e se dirigiram ao local. Na entrada da casa estaria um suspeito, o menor C.V.R., 17 anos, morador do bairro, que foi abordado e detido. O adolescente já teria passagem pela Fundação Casa de Caraguatatuba.

(Foto: PM/Divulgação)
Ainda de acordo com os policiais, a equipe descobriu o carro e confirmou que a placa era a mesma do Astra prata de Caraguatatuba que foi usado na fuga e que ainda constava com mandado de restrição judicial de busca e apreensão. Na casa também foram apreendidos um tijolo de maconha de 990 gramas, bem como 184 trouxinhas da mesma erva prensada, 230 pedras de crack e 384 pinos vazios que geralmente são usados para armazenar cocaína, além de apetrechos comumente usados no tráfico de entorpecentes, como balança de precisão, plásticos transparentes, entre outros.

Assim que a PM entrou na casa, M.A.S., 36 anos, teria sido detido ao tentar fugir do local. Segundo a polícia, M. tem antecedentes criminais pelo artigo 157, que corresponde a roubo, inclusive seria conhecido por envolvimentos em crimes em agências bancárias e caixas eletrônicos. 

Na casa estariam espoletas detonadoras (Fotos: PM/Divulgação)
De acordo com a PM, o que chamou atenção foi que encontraram espoletas detonadoras para explosivos, o que traz suspeitas da ligação da dupla detida com quadrilhas de furtos de caixas eletrônicos. Principalmente no último caso que ocorreu em Maresias, na Costa Sul de São Sebastião, na madrugada de quinta-feira (30). Na casa do Jaraguá ainda foram apreendidos celulares e um coldre para arma de fogo.

Os policiais contam que questionaram a dupla sobre a fuga e os dois teriam confessado que só fugiram porque estavam sem documentação e carregavam drogas no carro. No momento que os suspeitos eram levados à viatura um mulher teria chegado ao local alegando que era dona da casa e queria entrar. “Como era local de flagrante de crime, pedimos para era aguardar, mas como estava alterada e tentou forçar a entrada e enfrentando as equipes, ela precisou ser detida e levada à delegacia para averiguação”, explica um dos PMs.

Conforme informações da PM, como é um caso que há suspeitas de envolvimento na explosão de caixas eletrônicos o flagrante está sendo apresentado na delegacia da Polícia Federal.


Casa onde ocorreu o flagrante (Foto: PM/Divulgação)



Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário