LN registra 5ª morte por dengue, desta vez em Ilhabela

A adolescente de 15 anos deu entrada no dia 13 de maio no Hospital Mário Covas Júnior

Por Acácio Gomes

O Litoral Norte confirmou esta semana a quinta morte por dengue hemorrágica somente em 2015.

Desta vez, a confirmação veio após laudo da Secretaria Estadual de Saúde realizado em uma adolescente de 15 anos de Ilhabela, que faleceu em 20 de maio.

À época, ela estava internada na Santa Casa de Guaratinguetá e não resistiu, após complicações em seu quadro clínico. A adolescente, que era de família tradicional de Ilhabela, deu entrada no dia 13 de maio no Hospital Mário Covas Júnior.

Com a confirmação em Ilhabela, sobe para cinco os casos confirmados no Litoral Norte em 2015.

Os outros quatro casos foram registrados em Caraguá: um idoso, de 86 anos, morador do Jardim Primavera, que morreu em 26 de março; uma idosa de 63 anos, moradora do Rio do Ouro, que morreu em 21 de março; uma mulher, de 31 anos, moradora do Travessão, que morreu em 15 de março; e uma mulher de 39 anos, moradora do Perequê-Mirim, que morreu no final de janeiro.

Números

Dados divulgados pelas Secretarias de Saúde dos municípios apontam que o Litoral Norte já contabiliza 9.245 casos confirmados de dengue em 2015. Outros 3.663 exames ainda aguardam resultado.

Caraguá continua sendo a cidade com a maior quantidade de casos da doença. Ao todo, a cidade contabiliza 4.932 casos confirmados de dengue desde o início do ano e decretou estado de calamidade pública no começo de março. Outros 104 exames ainda aguardam investigação.

A cidade de São Sebastião tem 2.891 casos confirmados, segundo o último balanço da Prefeitura. Outros 412 exames ainda aguardam resultado.

Ilhabela contabiliza 779 casos confirmados (sendo 68 importados) e aguarda resultado de 22 exames.

Já Ubatuba tem 643 vítimas de dengue, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (88 somente no Estufa II e 77 na Maranduba). A cidade ainda aguarda resultado de 3.125 exames.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário