Governo corta verba para obra de saneamento básico em Maresias

Prefeito de São Sebastião quer pressionar Sabesp e Estado para retomar investimento
Praia de Maresias (Foto: Divulgação)

Em reunião com o prefeito de São Sebastião Ernane Primazzi, a Sabesp informou que o cronograma de obra de saneamento básico na praia de Maresias está suspenso. O motivo seria a falta de verbas disponíveis do Governo do Estado para o Empreendimento, que tinha previsão de iniciar no segundo semestre deste ano.

“Não podemos admitir tal postura, uma vez que todas as negociações com a concessionária estabeleciam melhorias em todo o município, inclusive em Maresias, que hoje recebe grande parte dos nossos turistas, gerando emprego e renda para os moradores do bairro e para o município como um todo”, argumentou o prefeito, por meio da assessoria de imprensa. “Pesquisas apontam que a cada um real investido em esgotamento sanitário, quatro são economizados na saúde”, continuou.

O informe divulgado diz ainda que o prefeito pretende reavaliar a possibilidade de assinar ou não o contrato de concessão com a Sabesp. E que Ernane Primazzi garante que irá acionar a empresa e o governo do Estado, marcando nova reunião e pressionando para que o investimento não seja cortado.

A obra do sistema de esgotamento sanitário na praia de Maresias, que está paralisada, tem como objetivo a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) dimensionada para realizar a coleta e tratamento de 245 mil litros de esgoto por hora, nove estações elevatórias e 30 quilômetros de rede. De acordo com a prefeitura, o valor estimado de investimento é de aproximadamente R$ 21 milhões.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário