Filipinho é campeão do Mundial no Rio e traz troféu para Ubatuba

Pela primeira vez, dois brasileiros lideram o ranking mundial, o 1° da tabela é Mineirinho

Filipinho comemora com a torcida na Barra (Foto: Divulgação)
Por Daniela Malara Rossi

O surfista de Ubatuba, Filipe Toledo, conquistou o primeiro lugar da etapa Brasil do Mundial de Surfe e trouxe mais um troféu para o Litoral Norte. Com direito a uma nota dez, o atleta foi aplaudido pela torcida na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ele derrotou o australiano, Bede Durbidge, na tarde deste domingo (17), após uma série de manobras aéreas e rasgadas.

Logo no começo da bateria, o ubatubense fez um aéreo perfeito e quebrou tudo na aterrissagem, inclusive a prancha. A manobra impressionou os jurados e rendeu sua segunda nota máxima na etapa do Rio.

O surfista é um dos mais jovens da competição. Com apenas 20 anos, Filipinho é campeão pela segunda vez este ano. Ele também ficou em primeiro lugar na etapa de Gold Coast, na Austrália. Com o resultado, o esportista ultrapassou o tricampeão mundial, Mick Fanning, e subiu para a segunda colocação do ranking mundial. Ele ficou atrás, apenas, de outro brasileiro, Adriano Souza, o Mineirinho, que segue na liderança geral.

"Desde a bateria das semifinais já deu pra sentir uma vibração incrível do público e toda hora que eu olhava pra galera me arrepiava inteiro, foi tudo muito contagiante. Estou feliz por conseguir mais uma vitória e não sei se este vai ser o meu ano, mas estou trabalhando muito pra isso. Só sei que vai ser mais um ano dos brasileiros. A gente está batalhando junto, começamos o ano muito bem e vamos fazer de tudo para que o título mundial continue no Brasil, podem ter certeza disso", disse Filipe.

Apesar da eliminação de grandes nomes do esporte no país, como Gabriel Medina e Miguel Pupo, os brasileiros seguem com grandes chances na disputa pelo título mundial. Esta é a primeira vez na história do campeonato que os dois líderes da lista são do Brasil.

As mulheres

Na disputa feminina, o título desta etapa ficou com a americana Courtney Conlogue. Ela já havia vencido a última etapa, na Austrália, e avançou para a vice-liderança do ranking, após derrotar Bianca Buitendag, da África do Sul. A única representante brasileira no campeonato é a cearense Silvana Lima, que já foi vice-campeã mundial duas vezes. A atleta está há cinco temporadas sem patrocínio, mas segue lutando pelo título. Ela foi eliminada da etapa Rio na tarde deste sábado (16), pela havaina Coco Ho.

A próxima etapa do Mundial de Surfe acontece nas Ilhas Fiji, entre os dias 7 e 19 de junho.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário