Dono de Cartório é assassinado com golpe de faca em Caraguatatuba

Polícia suspeita de latrocínio pois alguns equipamentos eletrônicos teriam desaparecido
Corpo foi descoberto na manhã desta segunda (Foto: Garra/Divulgação)

Por Mara Cirino

O dono do Cartório de Notas de Caraguatatuba, Jordelino Olímpio de Paula, 63  anos, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (4), em sua residência, localizada na rua Caçapava, no bairro Sumaré, região central da cidade.

A suspeita é que o homem tenha sido vítima de latrocínio, porque um vídeo game, dois televisores e outros equipamentos desapareceram. Ele teria sido atacado com um golpe de faca nas costas.

Vítima caída (Velington Daniel/Divulgação)
Segundo a polícia, dois filhos da vítima e a cuidadora da sua mãe estavam na residência e um dos rapazes encontrou o corpo no chão do quarto. De acordo com o delegado titular de Caraguá, Marcelo Abreu Magalhães, ninguém teria visto nada.

Câmeras instaladas na casa de alto padrão podem ajudar a polícia na investigação do crime. A Polícia Científica e a equipe do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), da Polícia Civil, estiveram no local.

De acordo com Magalhães, algumas pessoas estão sendo ouvidas, mas ainda não há pista do assassino.

O corpo de Jordelino será velado no Cemitério Bela Vista Parque, no Jetuba, onde também deve ser enterrado nesta terça-feira (5).

Tragédia familiar

No final de maio do ano passado um crime foi registrado em uma casa localizada na rua  Antonio Zenko Filho, no bairro Ipiranga, região central da cidade, quando um rapaz matou a namorada com dois tiros na cabeça e logo em seguida se matou.

Tábata Camargo, 35 anos, era ex-mulher de Jordelino de Paula e estava com o namorado, o segurança Marcel Pires Santos, 33 anos, que a matou e depois tirou a própria vida. 
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário