Acusado de matar policial durante perseguição é assassinado em Juquehy

O rapaz foi encontrado morto dentro da moradia e teria levado tiros na mão e no rosto

(Foto: Divulgação)
O menor Rafael Conceição dos Santos foi assassinado a tiros, na madrugada desta sexta-feira (29), na moradia dele, localizada na Rua Pantanal, em Juquehy, Costa sul de São Sebastião. O rapaz de 17 anos era suspeito de matar o policial civil Antonio Crepaldi, 50 anos, no último dia 24 e no mesmo bairro , durante uma perseguição a bandidos.

Segundo a polícia, o assassinato de Santos ocorreu por volta das 4h30 e ele estaria deitado na cama dele quando foi encontrado morto com três tiros no rosto e um na mão. Estiveram no local a perícia do Instituto de Criminalística (IC) e a equipe do Instituto Médico Legal (IML), além das polícias Civil e Militar.

De acordo com a polícia, Santos possui antecedentes por furtos e no caso que envolve a morte do policial. Nesta última ocorrência, Santos teria sido detido como suspeito do crime e levado à delegacia, acompanhado pelo responsável legal, na última terça-feira (26). Na DP, Santos teria confessado a participação no caso, mas os investigadores não tiveram o mandado de apreensão do jovem decretado na Justiça, devido a prisão ter sido tarde da noite, e ele teve de ser liberado.

Já no final da tarde de quarta-feira (27), a Polícia Civil conseguiu mandados de busca e apreensão de Santos e do outro menor que teria envolvimento no crime para que ficassem à disposição da Justiça, na Fundação Casa. Porém, o rapaz foi encontrado morto na moradia dele em Juquehy. A polícia continua as buscas ao outro acusado de envolvimento no caso que resultou na morte do policial.

Morte do policial

O escrivão da Delegacia de Polícia de Boiçucanga, também na Costa Sul de São Sebastião, Antonio Crepaldi, 50 anos, morreu por volta das 22h de domingo (24), após ser baleado quando fazia uma abordagem em Juquehy, na mesma região. Os tiros atingiram no rosto, ombros e virilha. Ele foi internado do Hospital de Clínicas da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

Conforme informações da polícia, Crepaldi foi verificar uma tentativa de assalto a residência junto com policiais militares e os bandidos tinham conseguido fugir. Ao retornar ao local, horas depois, teria se deparado com os bandidos e durante a perseguição foi alvejado.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário